• Triunfo Hoje

Jovens de Triunfo também se preparam para encarar o concurso da PMPE neste domingo




Véspera de prova é sempre assim: expectativa, tensão, incerteza, insegurança etc., por mais que esteja preparado. Com os concurseiros de Triunfo não é diferente. Diante da prova do concurso da polícia militar de Pernambuco, que acontecerá neste domingo, dia 29/05/16, centenas de candidatos estiveram se preparando, mesmo antes da publicação do edital do certame, que ocorreu há pouco mais de dois meses.


Em Triunfo, um curso, que funciona na cidade desde o ano de 2003, quando também houve concurso da PMPE, preparou, desde o ano passado, cerca de 250 candidatos para a atual disputa. O Curso, que tem a frente o servidor público e advogado Denis Carlos Gomes, tem-se destacado por sempre contribuir com a aprovação de seus alunos em diversas áreas: polícias militares de vários estados, prefeitura municipal de Triunfo, CAGEPA, CORREIOS, INSS, entre outros com os quais colaborou aperfeiçoando seus alunos em disciplinas isoladas.


A princípio o “cursinho” funcionou no prédio do antigo PRODER, onde hoje está localizada a Secretaria de Ação Social de Triunfo. Daquela turma, segundo Denis, temos três sargentos, um cabo PM e outros praças. O curso percorreu alguns prédios de Triunfo: Escola Crescer (antes Nova Geração Triunfense), Colégio Objetivo, Convento São Boaventura e finalmente Stella Maris, onde está instalado desde 2011.


Embora não funcione regularmente, o curso é intenso. Os alunos são sabatinados, enfrentam uma maratona que dependendo do cronograma vai de domingo a domingo. Durante todos estes anos, somente em um não houve módulo preparatório para concursos; foi em 2012.


Uma característica peculiar do seu corpo docente é ter o professor já enfrentado e sido aprovado em concursos públicos. O quadro atual conta com os professores Paulo Wagner, empregado público dos CORREIOS; Cristóvão Montalvão, do sistema penitenciário da PB; Alana Simões, integrante da rede estadual de educação de PE; Saulo Lima, ex-policial civil de PE, atualmente advogado; além de Denis, servidor do Departamento de Trânsito de PE, como supervisor da CIRETRAN Serra Talhada.


Segundo Denis, o curso que no início tinha apenas dois professores (o próprio e sua irmã, que é professora de História), já experimentou outros profissionais, conforme a necessidade determinada pelo concurso. Ainda nas palavras do mesmo: “hoje nós temos mais que alunos, temos seguidores. Isto é bastante gratificante. É fácil chegarmos a uma repartição pública da região e depararmo-nos com ex-alunos ou mesmo numa blitz de trânsito composta integralmente por nosso povo.”


Avaliando a prova de domingo, Denis diz que acredita no potencial dos seus alunos: “Temos muita gente boa, muita gente bem preparada, avaliada em simulados, cujos níveis foram superiores aos de provas de edições anteriores. Também trabalhamos muitas questões da banca ou no perfil da banca (UPENET/IAUPE). Isto potencializa o candidato, pois ele segue especialmente direcionado, raciocinando conforme o padrão daquela instituição.”


O coordenador do Curso Opção Triunfense ainda destaca que o perfil do seu alunado é bem típico da cidade de Triunfo e de cidades circunvizinhas, já que também conta com 10 alunos de Flores e outros 20 de Santa Cruz da Baixa Verde, só neste módulo: “Temos em grande maioria a turma que trabalha no comércio e que deseja migrar da iniciativa privada para o serviço público, o que é natural, dada a estabilidade e outros benefícios que a carreira pública pode proporcionar, como plano de saúde.”


Lembramos que o presente certame conta com mais 123 mil inscritos, oferecendo 1500 vagas para soldados da corporação; serão, contudo, convocados 6 mil para os exames subsequentes, quando, via de regra, são eliminados muitos concorrentes (milhares), segundo estatísticas anteriores. Recentemente o edital foi investigado por suposta discriminação de gênero, quando a ONG Leões do Norte denunciou a exclusão dos LGBTs da disputa, mas, apesar de pleitear na justiça a suspensão temporária do concurso, não logrou êxito e a prova permanece agendada para iniciar às 08h15min da manhã deste domingo, 29 de maio.


Sobre a então extinta possibilidade de suspensão do concurso apontou Denis: “Não acreditava nisto. Seria insensibilidade demais do magistrado, caso concedesse liminar favorável. Ponderando a situação, o edital não impediu ninguém de fazer inscrição. Outrossim, a bandeira que a ONG levantou devia ter sido erguida em outro momento e não este, haja vista ter sido o edital publicado há mais de 2 meses e uma disputa como esta mexer diretamente com a vida das pessoas, que se programam, deixam de trabalhar, sofrem, entram na madrugada estudando, acordam mais cedo e gastam dinheiro, muitas vezes até sem ter”.


O Curso Opção Triunfense sempre aprova candidatos. Torcemos para que esta tradição se mantenha e que muitos jovens conquistem o tão esperado “lugar ao sol”. Está de parabéns por manter acesa a chama da esperança de muitos e por já cooperar, há mais de uma década, com a transformação da nossa sociedade, através da melhora de vida de nossa gente.

#concurso #PM #PolíciaMilitardePernambuco #cursinho #CursoOpção

© 2020 TRIUNFO HOJE