• Triunfo Hoje

Conheça as bandas que se apresentam hoje 23/07 na 58ª Festa dos Estudantes


A banda Amigos Sertanejos, surgiu há 8 anos em Pernambuco e inovaram no meio musical ao trazer para o Nordeste um dos estilos musicais mais populares do Brasil: O sertanejo.


O destino se encarregou de unir a experiência de Juarez acumulada durante 08 anos à frente da Magníficos, somados aos anos que passou na Mastruz com Leite e em outras bandas, ao talento promissor de Luís Henrique, sendo determinante para essa nova formação e o novo momento da banda, que já lançou em agosto o novo CD compondo o repertório com músicas atuais e grandes sucessos repaginados para o ritmo sertanejo, além das duas novas músicas de trabalho: "Sinceros Amores" e "Cadinho".


A banda possui um trabalho autoral de músicas já conhecidas na região, como: “Pare De Pegar No Meu Pé”, dos compositores Ivo Lima e Chrystian Lima que foi sucesso nas rádios de todo Nordeste, a música “Balada dos Amigos” de composição de Juarez, que na época era apenas amigo dos integrantes da banda e que fez essa música com exclusividade para seus ‘amigos’ sertanejos.


Ouça o trabalho dos Amigos Sertanejos aqui.


Suas raízes musicais vieram de família, e na infância encantava-se com as músicas de Luiz Gonzaga. Na adolescência recebeu influência de Reginaldo Rossi, Roberto Carlos, Renato e seus Blue Caps, entre outras, o que contribuiu para o seu ingresso em bandas como o Tropical 5 que animava as festas de Caruaru.

Em 1971, começou a cantar e a se acompanhar ao violão, daí por diante, sua carreira esteve sempre em ascensão.As composições surgiram no início dos anos 1980, quando estourou nas paradas de sucesso com Flor Nordestina, música constante do seu 1º LP.


Logo, em 1985, veio o segundo disco sabor de framboesa, numa produção de Osvaldinho do Acordeão, com participação especial de Dominguinhos. Em 1990, conquistou o Prêmio Sharp como revelação da música regional brasileira e, no ano seguinte, em São Paulo, conquistou os prêmios de Melhor Letrista e de Revelação do novo Festival da TV Record, de 1991, realizado no Olímpia, em fevereiro de 1992.


Depois disso, ainda em 1992, veio seu primeiro CD, Saudades de Gonzagão, uma homenagem ao Rei do Baião. Essa gravação foi fundamental para a sua classificação entre os finalistas do Prêmio Sharp, na categoria de Melhor Cantor Regional.


Compositor dos mais inspirados da música regional brasileira, Israel Filho produz uma música que se divide entre o rural e o urbano, sempre consciente de sua importância social e cultural nos caminhos de sua gente.


Ouça o trabalho de Israel Filho aqui.


#58ªFestadosEstudantes #FestadosEstudantes #Triunfo #AmigosSertanejos

© 2020 TRIUNFO HOJE