• Rafaela Santos

Chuva trás esperança ao sertão pernambucano que vive uma das maiores secas já registradas


No próximo ano, o Nordeste brasileiro pode entrar em seu sexto ano consecutivo de seca, fato inédito nos últimos 100 anos. A estiagem, iniciada em 2012, já impacta todos os estados da região e está relacionada tanto a fatores climáticos quanto aos efeitos do agronegócio.


A última grande seca prolongada na região ocorreu entre os anos de 1979 a 1983. Caso não haja um bom inverno em 2017, o período de chuvas entre fevereiro e maio, a estiagem vai superar também a grande seca de 1910 a 1915, retratada no romance “O Quinze”, de Rachel de Queiroz.


Em sua roça no município de Triunfo (PE), localizado no Sertão do Pajeú a produtora agrícola Alaíde Martins, 55, cultiva plantas nativas e frutíferas, como goiaba, caju, laranja, limão e maracujá. Com a falta de água, no entanto, as plantações foram se acabando “aos pouquinhos”. A bananeira, por exemplo, a família já não tem mais.


PERNAMBUCO:

Informações do Monitor de Secas do Nordeste do Brasil (ANA) dão conta de que em Pernambuco as poucas chuvas que ocorreram no mês de novembro colaboraram para o agravamento da seca no Estado, indicando que houve uma expansão (para leste) das áreas de secas com intensidade Extrema (S3) e Excepcional (S4). Assim como na Paraíba, uma estreita faixa de seca Grave (S2), observada no litoral e zona da mata pernambucana (no mês outubro), também foi substituída pela seca Extrema (S3). Em relação aos impactos, estes se mantiveram de curto prazo (C), na faixa da zona da mata e, de curto e longo prazo (CL), nas demais áreas do Estado.


TRIUNFO:

Segundo os Índices Pluviométricos do Instituto Agronômico de Pernambuco - IPA, no município de Triunfo, por outro lado, não foi registrado volume de chuva no último mês de novembro. E o volume equivalente ao total de 12,0 milímetros de chuva registrada no mês de dezembro, deve-se ao último domingo (dia 18), sendo o único dia do mês a registrar precipitação pluviométrica até agora.


Outros Municípios do Sertão do Pajeú, no interior de Pernambuco, registraram chuvas fortes durante toda a noite do último sábado (17) e madrugada do domingo (18).


PREVISÃO:

De acordo com a Agência Pernambucana de Águas e Clima - APAC, o Sertão de Pernambuco nos próximos dias deve apresentar uma tendência de precipitação leve a fraca. Chovendo de 1 a 9 (mm) em 24 horas.


A Previsão para a região durante essa semana é de tempo parcialmente nublado a nublado com pancadas de chuva de forma isolada no período da tarde e noite com intensidade fraca e parcialmente nublado a nublado com pancadas de chuva de forma isolada no período da tarde e noite, com intensidade fraca. A temperatura deve variar entre a máxima de 33° e mínima de 19°.


Imagem: Verner Brenan

#PrevisãodoTempoemTriunfo #estiagem #Tempo

© 2020 TRIUNFO HOJE