• Triunfo Hoje

Banda Isaías Lima concorre ao título de Patrimônio Vivo de PE


Banda Isaías Lima durante apresentação na celebração dos seus 127 anos

A Banda Musical Isaías Lima está concorrendo ao título de Patrimônio Vivo de Pernambuco no 12º Concurso de Registro de Patrimônio Vivo promovido pelo Conselho Estadual de Prevenção do Patrimônio Cultural (CEPPC) de 05 a 08 de julho de 2017, no Centro de Artesanato de Pernambuco (Cape). As apresentações dos 61 candidatos são abertas ao público e à imprensa, e ocorrerão das 9h às 12h, por ordem de chegada. De acordo com o Portal de Cultura de Pernambuco, os grupos irão apresentar na ocasião, suas proposituras aos membros do CEPPC, responsáveis pela outorga do título, e poderão, dentro do prazo de 10 minutos, expressar suas tradições e saberes, e os motivos que justificam receber a honraria. Todos os 61 candidatos passaram pela fase de análise documental, gerida pela Unidade de Patrimônio Imaterial da Fundarpe, e, em seguida, foram submetidos à Comissão de Análise, formada por cinco membros de notório saber, que validou as candidaturas a partir dos critérios estabelecidos na Lei 12.196/2002 (Patrimônio Vivo), como relevância cultural e transmissão de saberes. Neste ano, o CEPPC elegerá seis novos Patrimônios Vivos em nosso Estado. Além de uma bolsa mensal para ajudar a manter e preservar as expressões da cultura popular e tradicional pernambucana, os titulados como Patrimônios Vivos de Pernambuco ganham lugar de destaque nas programações culturais e são dispensados, por exemplo, da fase de habilitação de mérito cultural em processos como convocatórias estaduais para participação de festivais e ciclos festivos. A Banda O Clube Central Isaías Lima foi fundado em 31 de maio de 1890 e instalado no dia 15 de agosto de 1892. Antes da denominação de Clube Central Isaías Lima, existiam na cidade duas bandas Musicais de nomes: Garra e Fumo. Dirigida a primeira pelo Sr. Isaías Lima e a segunda pelo Sr. Deodato Monteiro. Cada banda procurava suplantar a concorrente nas suas exibições musicais, o que dava origem a conflitos onde instrumentos eram quebrados, músicos feridos e muita correria. Com o passar do tempo, a Banda Musical Fumo, foi extinta e alguns dos seus membros passaram a fazer parte da Banda Garra. A Banda teve várias denominações: Clube Central Triunfense, Santa Cecília, Clube Central de Triunfo e, finalmente, Clube Central Isaías Lima em homenagem ao grande músico e dirigente da Banda Musical fundada em 31 de maio de 1890. São finalidades do Clube: Manter sua banda e orquestra, manter em atividade as escolas musical e dramática, proporcionar aos seus associados horas de verdadeira recreação, manter o gosto pela literatura e organizar uma biblioteca. O Clube Central Isaías Lima tem sede própria que funciona num prédio doado à Sociedade pelos herdeiros do Sr. Siqueira Campos, em 22 de agosto de 1966, na presidência do Sr. Magno Bezerra de Norões. A Banda Isaías Lima se apresentará na quinta-feira (06). Confira aqui a lista dos candidatos inscritos para cada dia.

#BandaIsaíasLima #PatrimônioVivo #ClubeCentralIsaíasLima

© 2020 TRIUNFO HOJE