• Triunfo Hoje

PE tem 138 ações violentas contra bancos em 2017


Suzineide Rodrigues, presidente, e João Rufino, secretário do Sindicato dos Bancários de Pernambuco Foto: reprodução/ Folha de Pernambuco

O Sindicato dos Bancários de Pernambuco divulgou, na manhã desta quarta-feira (27), um balanço da violência no Estado em 2017, de janeiro até a última terça (26). Foram 138 ocorrências em 77 municípios pernambucanos. O Recife é o alvo mais recorrente (com 24 casos), seguido pelo Cabo de Santo Agostinho e por Olinda (ambos com 5 ocorrências) e por Caruaru e Ipojuca (4 casos cada). Segundo o secretário do sindicato, João Rufino, a preocupação aumenta com a evolução dos crimes contra os bancos.


Um dos dados inéditos divulgados pelo programa é dos dias e horários em que são mais frequentes os ataques: terça, quarta e quinta, das 2h às 3h59. Ainda de acordo com os dados dos bancários, foram 47 investidas na Região Metropolitana do Recife (RMR), que corresponde a 34,1% do total. O Agreste do Estado concentra 40 casos; 29% do total. Caruaru e São Vicente Ferrer são os municípios mais alvejados, com 4 casos.


O Bradesco é o primeiro da lista, com 41 casos; Banco do Brasil vem em segundo, com 24. Foram 15 investidas contra transportadora de valores e 13 contra agências dos Correios. O Banco Santander somou 12 assaltos; foram 10 contra lotéricas, nove contra agências da Caixa e oito contra unidades do Itaú. O Sicoob sofreu cinco atentados; o Banco do Nordeste teve um assalto.


O sindicato também anunciou a criação de um programa sistematizado para mapear as ocorrências de violência contra os bancos, dados que ficarão disponíveis no site da entidade a partir de outubro. A ideia, segundo a presidente Suzineide Rodrigues, é usar essas informações para pressionar o Estado. "O programa será utilizado por funcionários de bancos para que as ocorrências tenham fonte direta", disse Suzineide.


O programa dar acesso ao tipo de violência, o local em que ocorreu e os danos. O banco de dados deverá ser usado também como referencia para a prevenção desses eventos.

Tipos de ocorrências Explosão/Caixa eletrônico | 41 Assalto e explosão/agência/cofre | 34 Arrombamentos | 22 Assalto/ Correspondentes bancários | 18 Explisão e assalto/ casa forte | 14 Outros (invasão/sequestro/saidinha bancária) | 9


Meios empregados nas ocorrências Explosivos | 63 Armas | 44 Não informados | 18 Maçarico | 8 Outros (ameaças/ pedra/ serra/ furadeira) | 5


Bancos e postos de atendimento fechados Região Metropolitana do Recife | 9 Agreste | 14 Zona da Mata | 15 Sertão | 11


Fonte: FolhaPE

#açõesviolentas #bancos #Pernambuco