• Triunfo Hoje

Advogado é agredido a pauladas por cliente em Serra Talhada


Um advogado de 56 anos foi vítima de tentativa de homicídio após ser agredido a pauladas por um cliente. O crime aconteceu na manhã do último domingo (16), no Pátio da Feira, no centro de Serra Talhada, no Sertão de Pernambuco. Domingos Sávio de Lima ficou bastante ferido e foi levado, inicialmente, para Casa de Saúde São Vicente.


Em seguida, o homem foi transferido para o Hospital da Restauração, no bairro do Derby, na área Central do Recife. Segundo a unidade de saúde, ele deu entrada por volta das 18h do último domingo e passou por uma neurocirurgia. Domingos Sávio segue internado em estado grave e entubado. Segundo o delegado Olegário Filho, Alcimar Batista da Silva, de 32 anos, utilizou um pedaço de madeira com pregos para cometer o crime.


De acordo com o investigador, o criminoso foi detido por populares, que acionaram a Polícia Militar. O homem foi levado para a Delegacia de Serra Talhada. No local, segundo o delegado, Alcimar assumiu o crime e disse que não havia concordado com a condução dada pelo advogado ao seu caso. “Ele estava com o documento de habilitação retido e havia contratado o advogado para resolver isso”, comentou o delegado.


O delegado informou que o criminoso foi autuado em flagrante pela tentativa de homicídio e encaminhado para audiência de custódia. O juiz decidiu pela prisão e Alcimar foi levado para a Cadeia Pública de Serra Talhada. Ainda segundo o investigador, um advogado que teria, inicialmente, sido contratado por Alcimar procurou a delegacia na manhã desta segunda-feira (16). “O advogado informou, preliminarmente, que, na semana passada, Alcimar teria ido até a casa dele com um cabo de vassoura”, comentou Olegário. O delegado informou que vai investigar se o crime foi premeditado.


OAB-PE A Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Pernambuco (OAB-PE) se posicionou nesta segunda. Por meio de nota, o órgão tornou pública a grave agressão sofrida pelo advogado Domingos Sávio. A OAB-PE informou que a Comissão de Defesa, Assistência e Prerrogativas está prestando toda a assistência ao advogado.


Ainda na nota, a OAB-PE repudiou o ato de violência. “Agressões dessa natureza, quando praticadas contra um advogado ou advogada, extrapolam a gravidade de uma ofensa individual e passam a fragilizar o Estado Democrático de Direito, já que cabe ao profissional da advocacia pugnar pelo direito de defesa, um dos valores fundamentais previstos na Carta Magna”. As informações são da FolhaPE

#oab #oabpe #advogado #pauadas

© 2020 TRIUNFO HOJE