• Triunfo Hoje

Liberados eventos com até 300 pessoas em 58 cidades do Agreste e Sertão


As Gerências Regionais de Saúde (Geres) de Garanhuns, Arcoverde, Salgueiro, Petrolina e Serra Talhada entram, nesta segunda-feira, na etapa 10 do plano de flexibilização das atividades econômicas. Desta forma, o setor de eventos é o mais impactado positivamente, já que terá a capacidade ampliada, ampliando de 100 para até 300 pessoas ou 50% do limite do estabelecimento. Além disso, cinemas e teatros também poderão aumentar a capacidade para 50%. Nesta etapa, parques de diversões, parques temáticos e similares também terão as atividades liberadas.

Patrícia Luna, sócia-proprietária do Chalé Gourmet ao lado do marido Luna Neto, que trabalha com buffet para eventos e restaurante, em Garanhuns, está com expectativas positivas com a ampliação da capacidade dos eventos. "Quando houve a liberação para até 100 pessoas, o ânimo dos clientes já voltou, os atendimentos retornaram e as pessoas passaram a falar de eventos. Com a ampliação para 300, tenho certeza que vai melhorar. Esse é praticamente o nosso novo normal porque apenas alguns eventos pontuais ultrapassavam 300 pessoas. Só o mercado de formatura que ainda não vai dar para entrar", afirma. 

No entanto, ela acredita que os clientes ainda estão cautelosos e, diferente de antes da pandemia, buscam por eventos menores. "Sinto que as pessoas querem comemorar, mas o mercado que atuo, de casamentos, 15 anos, formaturas, a presença da família é importante, então acaba que a programação é para eventos menores para manter a segurança", explica. 

A agenda, aos poucos, vai voltando a encher, porém ainda longe de alcançar o patamar de antes. "Eu faria de outubro até dezembro uma média de 130 eventos, no total. Agora, baseado nas confirmações, farei 40. Mesmo assim nada é garantido porque depende dos números do coronavírus. E hoje faço oito eventos para alcançar 300 pessoas, o que teria em um ou dois antes. Os custos são altos para fazer um evento com o mesmo padrão para menos pessoas porque tenho que manter os funcionários, então economicamente acaba sendo apertado para a empresa”, ressalta, porém otimista. “Conseguimos nos manter mesmo ficando sete meses parados e agora acredito que as coisas vão melhorar gradualmente".

Etapas

As demais Geres de Pernambuco permanecem na etapa que se encontram. Isso significa que a Região Metropolitana do Recife, Zonas da Mata Norte e Sul e a Geres com sede em Caruaru seguem na etapa 10, assim como os 58 municípios que passam pela flexibilização a partir de hoje. Já as Geres de Ouricuri e Afogados da Ingazeira permanecem na etapa nove. A expectativa é que o estado comece a entrar na etapa azul, a 11, considerada o novo normal, a partir do dia 26 de outubro, com todos os municípios alcançando essa fase até o dia 9 de novembro.




Fonte: Diario de Pernambuco

© 2020 TRIUNFO HOJE