Correios ameaçam entrar em greve nesta quarta-feira

13.09.2016

Os trabalhadores dos Correios ameaçam entrar em greve geral a partir das 22h desta quarta-feira, dia 14, caso não haja avança nas negociações em torno do acordo coletivo de trabalho (ACT), que inclui reivindicação de concurso público. A empresa chegou a anunciar no ano passado um concurso para cerca de 2 mil vagas de carteiro (remuneração de pelo menos R$2.885,37) e operador de triagem e transbordo (R$2.348,87), ambos de nível médio, mas a seleção foi suspensa por conta do ajuste fiscal do governo. Uma das cláusulas do ACT proposto pela categoria prevê que o concurso seja realizado em até seis meses após a sua assinatura, o que pode acontecer nas próximas semanas. A proposta dos Correios foi um reajuste de 6,74%, negado pelos servidores. Eles afirmam que isso não cobriria nem a inflação.

 

Segundo o secretário jurídico do sindicato, Edson Flávio da Silva, os carteiros não têm um aumento real desde 2012. “Nós não temos aumento real há três ou quatro anos. Pedimos 300 reais de forma linear para cobrir o piso dos últimos 20 anos”, disse. Além disso, os trabalhadores querem a continuidade do vale de final de ano, o que equivale a cerca de 800 reais, e a não redução do auxílio creche das mulheres, o que segundo o secretário jurídico, representaria um prejuízo de até 6,1 mil reais, no ano, para as trabalhadoras.

 

Nesta semana, ainda estão previstas a realização de duas reuniões em Brasília, para que novas negociações tenham andamento.

 

Fonte: NE 10

Please reload

1/6

1/9

© 2016 TRIUNFO HOJE