Consumo de bebidas alcoólicas não será proibido em Pernambuco no próximo Domingo (02)

30.09.2016

 

A Secretaria de Defesa Social (SDS) anunciou nesta quinta-feira (29) que não vai decretar a proibição do consumo de bebidas alcoólicas no estado de Pernambuco. A exceção fica por conta das cidades onde o juiz eleitoral considerar a chamada "Lei seca" necessária, determinação que será cumprida pelas operativas da secretaria.


Também foi divulgado pela SDS o esquema de segurança para a Operação Eleições 2016. Participaram do anúncio representantes da Polícia Federal (PF), do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e da Procuradoria Regional Eleitoral em Pernambuco. A entrevista coletiva foi realizada no auditório da SDS, no bairro de Santo Amaro, no Recife. Em todo o estado, o efetivo extra empregado para a ação será de 13.056 policiais, sendo 12.111 militares e 945 civis, uma diminuição de 11% se comparado às eleições de 2014. Somado ao efetivo diário da polícia, um total de 19 mil policiais militares e 4,5 mil policiais civis estarão em serviço no próximo domingo. A Polícia Federal também estará em ação, com a responsabilidade de investigação e verificação de denúncias de crimes eleitorais. Sete desembargadores, incluindo o presidente do TRE, estarão de plantão desde às 8h do domingo até o fim das votações. Além disso, 215 juízes eleitorais de zonas e de termos estarão nos 181 municípios do estado para receber denúncias.


A diminuição no efetivo foi justificada diante do retardo do envio das urnas para os locais de votação. Desde ontem, as urnas estão sendo levadas aos subcentros regionais, mas só serão levadas aos colégios eleitorais na noite do sábado ou na manhã no domingo. “Estamos trabalhando no planejamento desde o segundo semestre do ano passado. O que nós vimos foi que havia distribuição de urnas de centros regionais para locais de votação com uma antecedência que não era necessária”, afirma o secretário de Defesa Social, Alexandre Carvalho.


Além disso, houve diminuição de policiais também nos locais de votação onde não foram registrados problemas frequentes nas duas últimas eleições.  “Chamamos a atenção pra o crime de derrame de propagandas, que foi alterado e incluído na lei 13.165/2015, que torna proibido o derramamento de propagandas eleitorais nos locais de votação nos dias que antecedem o domingo. Os eleitores devem ter esse cuidado, pois pode ser autuado”, afirma o acessor do Tribunal Regional Eleitoral, Henrique Melo.


Fonte: Diário de Pernambuco
 

Please reload

1/10

© 2016 TRIUNFO HOJE