PRF registra 16 prisões nas estradas federais de PE durante 'Operação Corpus Christi'

20.06.2017

Polícia Rodoviária Federal em Pernambuco (PRF) divulgou, na manhã desta segunda-feira (19), o balanço da ‘ ‘Operação Corpus Christi’. Entre quarta-feira (14) e domingo (18), a corporação registrou, nas estradas federais que cortam o estado, 16 prisões.

 

Desse total, foram 10 detenções de suspeitos roubo, porte de drogas, receptação de veículos roubados e com mandados de prisão em aberto por homicídio e tráfico de drogas. Os patrulheiros recuperaram quatro veículos. Houve, ainda, seis flagrantes de motoristas que tinham ingerido álcool além dos limites estabelecidos pela lei.

 

Durante os cinco dias de operação, a PRF registrou 81 acidentes. Foram 64 feridos e quatro mortes. Na operação do ano passado, realizada entre os dias 25 a 29 de maio, ocorreram 69 colisões, com 38 casos de lesões e oito óbitos.

 

A PRF fiscalizou 3.792 veículos e 3.543 pessoas. Os agentes emitiram 1.813 autuações por diversas irregularidades. Os destaques foram 126 casos de não utilização de cinto de segurança, 32 de ultrapassagens em local proibido, sete de uso indevido de celular, cinco de falta da cadeirinha para crianças pequenas e quatro de ausência do capacete. Os radares registraram 668 imagens de veículo com excesso de velocidade.

 

As equipes da Operação Lei Seca realizaram 1.390 testes com o bafômetro. Eles resultaram em 59 autuações. Nesse período, também foram recolhidos 133 Certificados de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLVs), 82 veículos e 59 Carteiras Nacionais de Habilitação (CNHs). A fiscalização de caminhões registrou 181 toneladas de excesso de peso e emitiu 11 autuações por irregularidades no serviço de escolta de veículos de carga.

 

Acidentes

A colisão mais grave ocorreu às 2h da sexta-feira (16), no quilômetro 61 da BR-408, em Carpina, na Mata Norte do estado. Uma van bateu de frente em um carro. Os cinco ocupantes do veículo de transporte de passageiros ficaram feridos e o motorista do automóvel morreu.

 

O motorista da van não possuía a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e foi constatado, por meio do bafômetro, que ele havia ingerido bebida alcoólica. Após atendimento médico, o homem foi encaminhado à delegacia de Polícia Civil da região.

 

Além de acompanhar toda a operação, a Base de Operações Aéreas e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram acionados para realizar uma remoção de um menino de 8 anos, do Hospital de Bezerros, no Agreste, para o Hospital da Restauração (HR) no Derby, na área central da capital. Ele foi vítima de um capotamento e teve um trauma no tórax. Informações do G1.

Please reload

1/11

© 2016 TRIUNFO HOJE