Polícia investiga se detido em Lagoa Grande tem relação com o caso Beatriz

31.10.2017

Nesta segunda-feira, a Polícia Civil realizou a escuta de um suspeito preso pela Polícia Militar em Lagoa Grande. Ele é investigado por envolvimento na morte de um funcionário público da prefeitura do múnicípio, Jean da Silva Santos, no último sábado (28). O detido não teve o nome divulgado, mas está preso preventivamente.

 

Além da suspeita deste crime, ele foi questionado sobre uma possível relação com o assassinato da menina Beatriz Angélica Mota, em dezembro de 2015 no município de Petrolina. A criança foi morta a facadas na escola em que estudava, durante um evento na instituição. 

 

O suspeito teve a saliva coletada pela Polícia Científica para comparar com o material genético recolhido na faca usada no assassinato de Beatriz. O resultado do DNA sai em 10 dias. Ele continua sendo ouvido pela polícia, que aguarda a manifestação do judiciário para saber se ele seguirá preso ou será liberado.
 

Fonte: Diário de Pernambuco

Please reload

1/10

© 2016 TRIUNFO HOJE