Descubra o que fazer para participar dos programas sociais do governo

08.08.2018

O Cadastro Único dá acesso ao Bolsa Família e a vários outros programas sociais, como Criança Feliz, Progredir, Minha Casa, Minha Vida, Tarifa Social de Energia Elétrica, Carteira do Idoso, entre outros.

 

Vá até o setor responsável pelo Cadastro Único ou pelo Bolsa Família em sua cidade. Se não souber onde fica, procure o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) mais próximo da sua casa e peça essa informação. Em muitos municípios, o cadastramento é feito no próprio CRAS. Além disso, em várias cidades, o governo local tem um número central de telefone, com opções que permitem agendar uma data para o cadastramento.

 

Para ser cadastrado, é preciso que uma pessoa da família seja responsável por responder às perguntas da entrevista realizada no cadastramento. Essa pessoa deve ter pelo menos 16 anos e, de preferência, ser uma mulher.

 

Documentos obrigatórios para o cadastramento:

 

1. Para o responsável pela família:

 

CPF ou Título de Eleitor

 

Se sua família for indígena, pode apresentar o Registro Administrativo de Nascimento Indígena (RANI) ou outros documentos de identificação, como certidão de nascimento, certidão de casamento, RG e carteira de trabalho.

 

Se sua família for quilombola, são aceitos outros documentos de identificação, como certidão de nascimento, certidão de casamento, RG e carteira de trabalho.

 

1. Para as outras pessoas da família, apresente qualquer um desses documentos de identificação: certidão de nascimento, certidão de casamento, CPF, RG, carteira de trabalho ou título de eleitor.

Documentos que não são obrigatórios, mas facilitam o cadastramento:

 

- Comprovante de endereço, de preferência a conta de luz;

 

- Comprovante de matrícula escolar das crianças e jovens até 17 anos. Se não tiver comprovante, leve o nome da escola de cada criança ou jovem;

 

- Carteira de trabalho.

 

Cadastramento de pessoas sem documento

Se alguém da sua família não tiver nenhum documento, não tem problema. O entrevistador do Cadastro Único pode fazer a entrevista e explicar como fazer para tirar os documentos. Se a pessoa nunca foi registrada, a primeira via da certidão de nascimento é de graça. Mas lembre-se: enquanto você não mostrar os documentos obrigatórios ao entrevistador, seu cadastro ficará incompleto e sua família não poderá participar de nenhum programa social.

 

Please reload

1/11

© 2016 TRIUNFO HOJE