São João: dicas para proteger os olhos da fumaça e fogos de artifícios

22.06.2019

Junho chegou e, com ele, vem as festas juninas, época muito aguardada no Nordeste. E não pode faltar fogueiras e fogos de artifício, por isso, é importante proteger os olhos de incidentes durante as festas. 

 

A médica oftalmologista Lívia Ramos, do Hospital de Olhos Santa Luzia, traz dicas importantes para curtir o São João e cuidar da saúde ocular. Mas a festa mais animada do Nordeste não pode ser motivo de preocupação, tomando os cuidados necessários para a prevenção, os olhos ficarão protegidos.

 

“Muito cuidado ao se aproximar de fogueiras, pois o calor e a fumaça podem causar hiperemia, ardência, irritação,  lacrimejamento, coceira nos olhos e embaçamento da visão. As cinzas e brasas também ocasionam queimaduras que podem até levar a uma diminuição importante da visão. O ideal é sempre manter uma distância de segurança das fogueiras e não ficar em direção à fumaça”, destacou a oftalmologista. 

 

De acordo com a especialista, pacientes com síndrome do olho seco e rinite alérgica estão mais suscetíveis a sentir os efeitos da fogueira nessa época do ano. 

 

“A fumaça das fogueiras tende a ressecar ainda mais os olhos, causando olhos vermelhos, desconforto ocular, lacrimejamento e embaçamento da visão, além de irritar também a mucosa dos olhos, podendo levar a um quadro de conjuntivite alérgica”, ressaltou Lívia Ramos. 

 

Fogos de Artifício

Além da fogueira, os cuidados são essenciais também na hora de manusear fogos de artifício, o alerta serve para os adultos, três dicas importantes podem ajudar  festa junina. 

 

1 - Não manuseie fogos de artifícios ou outros explosivos sem proteger os olhos, a brasa dos fogos ou das fogueiras pode causar queimadura ocular grave. 

2 - Jamais utilize colírios sem prescrição médica, ou faça uso de medicamentos caseiros. Ao sentir qualquer desconforto ocular, procure um médico oftalmologista.

3 - Em caso de desconforto nos olhos após contato com o calor da fogueira ou com a fumaça, realizar compressa com soro fisiológico gelado ou utilizar algum colírio lubrificante que tenha sido prescrito pelo médico Oftalmologista. Caso não melhore dentro de algumas horas ou apresente piora, é necessário que procure atendimento oftalmológico o mais breve possível.

 

 

 

 

Fonte: TNH1

 

Please reload

1/6

1/9

© 2020 TRIUNFO HOJE