Pernambuco tem melhor adesão ao isolamento social em sete semanas

18.05.2020

No segundo dia da quarentena mais rígida em cinco cidades, nesse domingo (17), Pernambuco registrou 58,9% de adesão ao isolamento social, principal medida para frear a propagação da Covid-19. O índice é o maior em sete semanas, quando 60,3% da população cumpriu o isolamento em 29 de março, também um domingo. Os dados são do Índice de Isolamento Social, levantamento feito pelo Instituto Inloco.

Com a adesão, Pernambuco ficou em segundo lugar no ranking nacional de isolamento, atrás apenas do Amapá, que alcançou 60,5%. No sábado (16), o Estado havia registrado o primeiro lugar no País, com 53,9%.

 

Desde o início da Covid-19 no Estado, a maior adesão ocorreu em 22 de março, com 62,0% da população pernambucana cumprindo o isolamento social. Os números desta segunda-feira (18), primeiro dia útil da quarentena, serão divulgados na terça-feira (19).

Nas cinco cidades da quarentena - Recife, Olinda, Jaboatão dos Guararapes, São Lourenço da Mata e Camaragibe, que, juntas, somam quase um terço da população do Estado, com pouco mais de 3 milhões de habitantes - os índices passaram dos 60%.A Capital liderou o ranking, com 66,1% de adesão. Em Olinda, a taxa foi de 65,3%; em Camaragibe e Jaboatão dos Guararapes, 63,0%; e em São Lourenço da Mata, 61,4%. Paulista, que não foi incluída no decreto da quarentena, registrou 62,0% de adesão, o quinto maior número do Estado.As piores adesões ao isolamento em Pernambuco foram em Cedro e Calumbi, no Sertão, com 34,0% e 39,0%, respectivamente. Os dados do levantamento são obtidos pela geolocalização dos celulares. No Estado, os índices são compilados pelo Painel de Isolamento Social do Ministério Público.

 

 

 

 

 

Fonte: Folha de Pernambuco

 

 

 

Please reload

1/6

1/9

© 2020 TRIUNFO HOJE